As cópias e os padrões

Padrão

Moda é estilo, acima de tudo. Porém, trabalhando com estamparia e pesquisando moda mais de 12h por dia, vejo que o cenário da moda brasileira está distorcido em alguns aspectos. A inspiração livre e solta dá lugar a cópias descaradas de grifes famosas nacionais e internacionais. Isso é assunto batido, eu sei. Mas e daí? O que já foi feito de fato para reverter este quadro? Mudam cores, tamanhos e substratos de aplicação. O que não muda é a falta de ética. O que é preciso ‘é vender, a todo custo’. Direitos autorais estão lá longe, dobrando a esquina, fugindo das mentes ‘criadoras’ nacionais. Salvo exceções, obviamente, esta situação é comum e tida como ‘normal’, pela maioria. Copiam, copiam e copiam. Além de copiar, ainda insistem no deboche do jargão “materiais e produtos diferenciados”. Que diferença existe entre dois produtos praticamente iguais, oriundos do original Chanel, Prada, Burberry, Gucci? O legal da moda é a originalidade. Padrão, para mim, só é paixão quando reveste uma superfície têxtil com beleza. Padrão no sentido de uniforme de estilo, não está com nada. Até porque, em se tratando de moda, isso é uma incoerência sem tamanho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s